ATIVIDADES ECONÔMICAS – Setor Primário.

Atualizado: 2 de Out de 2019


INTRODUÇÃO:

A atividade econômica de um país pode ser analisada pelos setores de produção que mostram o seu grau de desenvolvimento econômico. Um deles, o SETOR PRIMÁRIO, continua sendo indispensável pelos produtos produzidos, pelos modos de produção, pelos recursos em uso e por ser o fornecedor de matérias-primas para a indústria. Muitos o consideram como uma área da economia que vem perdendo espaço. Contudo, esta opinião gera algumas divergências.


CARACTERÍSTICAS DO SETOR PRIMÁRIO:

São atividades que retiram ou modificam os recursos da natureza para transformá-los em matéria-prima ou produtos.

● Os produtos extraídos da natureza podem ser consumidos diretamente ou serem transformados em mercadorias.

● O setor é muito vulnerável e dependente de fenômenos naturais.

● Em geral, a maior parte da produção e exportação do SETOR PRIMÁRIO não gera grande nível de riqueza. Ao contrário dos produtos industrializados, a sua produção possui valor agregado baixo.

● Nos países subdesenvolvidos o SETOR PRIMÁRIO ainda continua sendo responsável por grande parte de sua sustentação econômica.

● O SETOR PRIMÁRIO se refere à a agricultura, pecuária, caça, extrativismo e pesca.

AGRICULTURA:

Durante o período NEOLÍTICO (ou período da pedra polida) surgiram os primeiros sistemas de cultivo possibilitando que o homem primitivo abandonasse o nomadismo para se tornar sedentário. A partir de então, ao cultivar elementos obtidos da natureza para o seu sustento, os seres humanos foram formando os primeiros aldeamentos com a necessidade da divisão de tarefas de forma organizada e estruturada. No decorrer dos séculos este desenvolvimento criou a sociedade, o ESTADO e impulsionou todo o processo civilizatório.

A Agricultura é a principal atividade do SETOR PRIMÁRIO, atuando de modo ordenado no uso da terra aproveitável para a produção de alimentos. Os produtos mais importantes para o consumo interno, mercado externo ou para a indústria são: milho, arroz, feijão, soja e cana-

de-açúcar.


Pode ser praticada no modo INTENSIVO, em grandes extensões de terra com ocupação contínua. Para alcançar uma grande produtividade (principalmente para exportação) usa alta tecnologia em sementes modificadas, máquinas agrícolas, mão de obra qualificada, adubos e agrotóxicos etc.


Já o modo EXTENSIVO, pode ser encontrado em pequenas, medias ou grandes propriedades com técnicas tradicionais de produção, baixa mecanização e menor necessidade de recursos financeiros. Seu principal objetivo é o mercado interno e a subsistência dos grupos que o praticam.


PECUÁRIA:

É a atividade econômica relacionada à criação de gado ou outros animais para a produção de matérias-primas: carne, leite, ovos, peles, lã e couro. Utiliza técnicas para a criação e reprodução de animais que vão abastecer o mercado (interno e externo).

Em geral a PECUÁRIA atua produzindo em conjunto com a agricultura. É comum que as duas atividades sejam desenvolvidas em uma mesma propriedade.


A agroindústria trabalha com a carne de bovinos, suínos e aves, na produção leiteira (e seus derivados) e na produção de ovos. A exportação destes produtos possui um grande peso na vida econômica de muitos países.

CAÇA:

Muitos a consideram como sendo o extrativismo de origem animal. É a captura de animais para alimentação, por esporte, para a venda irregular ou para outras finalidades.


Esta prática era generalizada muito antes da organização das sociedades modernas e com passar do tempo foi caindo para um plano secundário.


EXTRATIVISMO:

Esta área do SETOR PRIMÁRIO está dividida em EXTRATIVISMO VEGETAL e EXTRATIVISMO MINERAL que atuam retirando da natureza diversos elementos destinados à alimentação ou para serem transformados em matérias-primas e produtos.

EXTRATIVISMO VEGETAL: consiste na extração de plantas e árvores. Entre os vários exemplos, o cacau, látex para a produção da borracha, castanha-do-pará etc. Não necessita grandes investimentos em equipamentos, qualificação da mão de obra e seu valor agregado é baixíssimo.


EXTRATIVISMO MINERAL: voltado para a exploração de minérios e riquezas do solo como o ouro, prata, minério de ferro, bauxita, manganês, diamante, petróleo, carvão, cobre, cobalto, urânio etc


O EXTRATIVISMO MINERAL necessita grandes investimentos em equipamentos, qualificação da mão de obra e cuidados com o meio ambiente. Sua exportação contribui de modo significativo na balança comercial de muitos países.

PESCA:

É a captura de animais oriundos do meio aquático onde foram desenvolvidos pela natureza. Sua produção gera empregos, recursos e é destinada a diversas finalidades: indústria, alimentação, ração animal, peixes ornamentais e esportes.

Hoje em dia, a AQUACULTURA é uma das atividades que vem se tornando economicamente viável em cativeiro e ganhando destaque por seu crescimento.


Algumas espécies podem ser capturadas para a criação controlada em instalações especiais como viveiros, tanques e gaiolas. A PESCA é feita em modalidades diferentes: Pesca Comercial, Pesca Artesanal, Pesca Desportiva, Pesca Recreativa etc.

7 visualizações
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
ENTRE EM CONTATO
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Facebook Icon