A IMPORTÂNCIA DA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS.

Atualizado: 23 de Ago de 2019


IMPORTÂNCIA NA GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA:

A EMPRESA é uma Organização econômica de caráter particular, pública ou mista que oferece produtos (bens e/ou serviços). É constituída em função de capitais aplicados por seus investidores e tem por objetivo o Lucro como a consequência do retorno esperado. Além do LUCRO como o OBJETIVO dos empreendedores e acionistas, a EMPRESA tem um papel importantíssimo como agente econômico, independente do ramo de atividade, porte, localização e estilo de GESTÃO:

● A atividade empresarial é vista como agente de mudança e estabilidade social.

● A atividade empresarial gera emprego, gera renda e recolhe tributos.

● Nas últimas décadas do Século XX as EMPRESAS mais evoluídas e com mentalidade moderna passaram a se preocupar também com a PRESERVAÇÃO AMBIENTAL e RESPONSABILIDADE SOCIAL.


IMPORTÂNCIA NA PRESERVAÇÃO AMBIENTAL + SUSTENTABILIDADE:

É o equilíbrio harmonioso em busca do desenvolvimento da EMPRESA (a SUSTENTABILIDADE dentro do seu mercado de atuação) e a PRESERVAÇÃO (do meio ambiente e da natureza – Os recursos naturais NÃO são inesgotáveis).


A finalidade é conduzir as atividades econômicas preservando o planeta sem prejuízo das condições de vida do ser humano.

– Gestão Ambiental:

Empresas atualizadas vêm implantando sistematicamente modelos de gestão e produção que contemplem o crescimento da atividade econômica, que não sejam agressivos à natureza e que preservem o meio ambiente.

Os problemas ambientais em nível mundial são bem visíveis e preocupantes. O aumento de temperatura da Terra, a destruição da camada de ozônio, o derretimento dos polos, o esgotamento acelerado dos recursos naturais, etc.


A solução destes problemas deve ocorrer em três níveis:

A – Nível Individual: o homem deve ter atitudes que respeitem mais o meio ambiente para limitar o consumo e economizar recursos naturais.

B – Nível Empresarial: empresas produzindo de modo a reduzir ao máximo o seu impacto ambiental negativo.

C – Nível do Poder Público: sua função é regulamentar o modelo final de funcionamento que respeite o meio ambiente. Desta forma, as empresas não podem ignorar as obrigações ambientais.


A pressão dos consumidores e imposições normativas e legais têm obrigado as empresas a conceber produtos, sistemas de produção e distribuição que minimizem danos ambientais.


Até poucos anos atrás estas eram questões vistas como imposição de sistemas legais de proteção ambiental que só implicavam no aumento de custos. Hoje, aspectos ambientais são vistos como VANTAGEM COMPETITIVA no mercado e conceito Corporativo.


IMPORTÂNCIA NA RESPONSABILIDADE SOCIAL:

É a evolução voluntária do posicionamento das EMPRESAS e ORGANIZAÇÕES diante dos problemas sociais decorrentes das transformações ocorridas a partir da década de 70. Os acontecimentos sócio-políticos e os seus respectivos desdobramentos tiveram um papel relevante na resultante do perfil social.


As crises do petróleo (1973 e 1979), as seguidas recessões econômicas e as inovações tecnológicas aprofundaram a falta de oportunidades de trabalho, a distribuição de renda, as perspectivas de evolução social e o nível da qualidade de vida. A partir deste período, muitas empresas passaram a criar projetos e ações a favor da coletividade em dois diferentes campos de ação:

– Público Interno: composto pelos funcionários de uma empresa (treinamentos, trabalhos com diversos projetos educacionais e QVT – Qualidade de Vida no Trabalho).




– Público Externo: composto pela comunidade e pelos parceiros através de várias ações de inclusão social, diminuição de riscos sociais, música, esportes, lazer, programas educacionais, cuidados com o meio ambiente, programas assistenciais, etc.


Os projetos foram criados de forma espontânea e não foram ações impostas por políticas governamentais, por legislação ou qualquer tipo de benefício relacionado a impostos e tributos.


E também não foram ações criadas com tom de censura ou crítica a respeito da ineficiência de programas governamentais. Com o tempo a prática da Responsabilidade Social se transformou em outras denominações. Mas os objetivos permanecem os mesmos:

RSE – RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RSC – RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

RSA – RESPONSABILIDADE SOCIAL AMBIENTAL


Estas práticas são modelos de gestão para desenvolver a sociedade de forma sustentável. Visam preservar recursos ambientais e culturais para gerações futuras respeitando a diversidade e reduzindo as desigualdades sociais. E estas relações entre a empresa e diversos públicos são estabelecidas com ética e transparência.


– Cidadania Empresarial: é a tendência atual. A Cidadania Empresarial soma todas as práticas pelas quais as empresas e organizações (ONG’s) contribuem para diminuir disparidades sociais e minimizar danos ambientais ao somar a Sustentabilidade e Preservação Ambiental com a RSE.


No Brasil estas práticas e ações ganham maior dimensão pelo fato de que a dívida social é enorme e, infelizmente, seu resgate ainda levará muito tempo para ser resolvido. Uma empresa com intenção de realizar um trabalho social necessita definir objetivos e ter a noção exata de suas limitações na sua contribuição para minimizar problemas sociais. Outro cuidado importante a ser considerado é que a Cidadania Empresarial deve estar em sintonia com a Missão, Visão e Valores da empresa.


IMPORTÂNCIA NA INCLUSÃO SOCIAL:

Uma questão recente foi a criação de Programas de Inclusão Social (a Empregabilidade de Pessoas com Deficiência) para trazer o indivíduo PCD excluído da sociedade para participar dos aspectos e dimensões da vida no plano econômico, cultural, político, religioso, etc.

– Inclusão Social – Portadores de Deficiência: lei nº 8.213 (24 de junho de 2001) – empresas acima de 100 funcionários são obrigadas a contratar portadores de deficiência. Esta lei possibilitou a inserção de PESSOAS portadoras de necessidades especiais no mercado de trabalho.


O conceito de inclusão leva em conta também a colocação de rampas, acessos, instalações e as demais facilidades quanto às limitações físicas de um deficiente.

A OIT (Organização Internacional do Trabalho) considera como sendo Portador de Deficiência o indivíduo cuja possibilidade para obter, conservar e progredir num emprego adequado fique substancialmente reduzida por deficiência física ou mental devidamente reconhecida.


A lei 8.213 garante cidadania e igualdade ao equilibrar os direitos das PCD`s. De acordo com o número de funcionários da empresa há a exigência de uma quantidade de contratação de portadores de deficiência ou de reabilitados pela Previdência Social:

– Até 200 funcionários: 2%. – De 201 a 500 empregados: 3%.

– De 501 a 1.000 empregados: 4%. – Mais de 1.000 empregados: 5%.

Infelizmente,empresas contratam pessoas com deficiência para cumprir a Lei de Cotas.


– Inclusão Social – Ex-presidiários: o assunto gera polêmica e ainda é pequeno o número empresas que admitem ex-detentos e detentos em regime semiaberto. Há projetos para modificar a Lei da Execução Penal em relação ao trabalho destes indivíduos.

Os maiores obstáculos estão na discriminação e na falta de programas adequados de capacitação profissional.


Especialistas afirmam que o sucesso da inclusão de Ex-presidiários depende de reformas no sistema prisional, programas de qualificação e profissionalização, reforma do Código Penal com penas maiores para reincidentes e incentivos fiscais para empresas que contratarem Ex-presidiários.


IMPORTÂNCIA DA COMPETÊNCIA:

A ADMINISTRAÇÃO é relevante para que uma EMPRESA tenha continuidade como organização econômica. E seu desempenho é reflexo direto da Competência de seus profissionais.

O mau funcionamento de uma organização sempre pode trazer graves consequências sociais: os trabalhadores (de qualquer nível) ao perderem seus empregos desestabilizam suas famílias, perdem o poder de compra, prejudicam o consumo e esta corrente acaba por interferir em toda a economia.


E muitos podem cair na informalidade ou na criminalidade. O custo social é alto. Portanto, a EMPRESA será bem-sucedida conforme a Eficácia e a Eficiência de seus Administradores.


39 visualizações
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
ENTRE EM CONTATO
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Facebook Icon